Quinta-feira, 28 de Novembro de 2013

Eu li... António Barroso (Tiago)

MÃE

 

De amor de mãe, em versos, tão cantado,

O maior exemplo é da Virgem Santa

Que, muda, vê, na cruz, que se levanta,

Seu filho, pelas lanças, trespassado.

 

No seu desfalecer, amargurado,

Uma forte dor, no peito, se implanta,

Com uma tristeza e amargura tanta

Como nunca se vira em nenhum lado.

 

De olhos chorosos, ela, então, confessa:

- Eu sei, meu Deus, eu sei que esta promessa

De morrer pelo homem, p´lo seu bem,

 

Foi, por ti, decretada, por amor,

Mas sou pobre mulher e a minha dor

Nasceu ao dar à luz, porque eu sou mãe.

 

In “Os Confrades da Poesia”

Ano IV – Boletim Bimensal Nº 48 – MaioJunho.2012

 

António Barroso (Tiago)
N. 1934

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 23 de Novembro de 2013

Eu li... José Emílio-Nelson

NO ÚLTIMO RESTAURO

 

No azulejo vasto há um monge

de perfil pétreo, desdenho eu,

que relê obstinado o enigma

audacioso de um Santo do século sexto.

Decifra na miniatura ali desenhada

e que suspensa numa nuvem nos parece.

O monge casto contempla a virtude e

o abismo que se descreve numa súmula

de copista puro.

No último restauro a limpidez

foi ofuscada por empastados

e cresceu a plumagem da pena

até então adelgaçada e mais fendida.

A sua mão está quebrada pela argamassa

que a divide em quadrados de azul.

O monge que decifra nas trevas

o seu refúgio, redige no século sexto.

Descubro, espiando, que há um monge, satânico,

que redige as trevas.

 

In “Polifemo e Outros Poemas”

INCM – Imprensa Nacional Casa da Moeda

 

José Emílio-Nelson **

N. 1948

 

** Pseudónimo literário de José Emílio de Oliveira Marmelo e Silva

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 18 de Novembro de 2013

Eu li... Tânia Tomé

SE O MEU PESCADOR PESCASSE

 

Se o meu pescador me pescasse
pelo arpão me agarrasse os versos
um a um, sem pressa
a melhor palavra do mar...

 

Mas em que lugar da asa
a palavra poderia ser mais bela?
Com que cheiro? Com que sabor?
Onde seria o lugar do sol
Com que cor? Com que brilho?

 

E sei que hei de escolher

depressa mas devagar

a palavra mais carnuda para comer

E vou comer intensamente

Com toda forca dos meus (d)entes

na ponta dos dedos

as palavras que não me calo

E um peixe com asas

Há de nascer

E há de pescar-me no alto

o pescador

Espero

 

In “Agarra-me o sol por trás”
Editora Escrituras – 2010
São Paulo – Brasil

 

Tânia Tomé
(Poetisa Moçambicana)
N. 1981

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito
Quarta-feira, 13 de Novembro de 2013

Eu li... Daniel Faria

AMO-TE NO INTENSO TRÁFEGO

 

Amo-te no intenso tráfego
Com toda a poluição no sangue.
Exponho-te a vontade
O lugar que só respira na tua boca
Ó verbo que amo como a pronúncia
Da mãe, do amigo, do poema
Em pensamento.
Com todas as ideias da minha cabeça ponho-me no silêncio
Dos teus lábios.
Molda-me a partir do céu da tua boca
Porque pressinto que posso ouvir-te
No firmamento.


In "Dos Líquidos"
Edição da Fundação Manuel Leão


Daniel Faria
1971 – 1999

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito
Sexta-feira, 8 de Novembro de 2013

Eu li... António Ramos Rosa

NÃO TENHO LÁGRIMAS

 

Não tenho lágrimas

estou mais baixo

junto à cal

 

Vejo o solo extinto

não oiço ninguém

e não regresso

 

Adormecer talvez

junto a uma estaca

com uma pequena pedra

sobre as pálpebras

 

In "A Intacta Ferida"
Editora Relógio d'Água – 1991

 

António Ramos Rosa
1924 – 2013

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito
Domingo, 3 de Novembro de 2013

Eu li... Jorge de Sousa Braga

O MEU CADERNO DE FOLHAS

 

Tenho folhas lanceoladas,

lobadas, lineares,

redondas, sagitadas,

elípticas, ovalares,

pilosas ou ciliadas,

filiformes, triangulares,

inteiriças, espatuladas,

em forma de coração.

E folhas A4 e A5,

lisas ou quadriculadas.

Mas estas não são

para aqui chamadas.

– Ou serão?

 

In “Herbário”

Editora Assírio & Alvim – 1999   

 

Jorge de Sousa Braga

N. 1957

publicado por cateespero às 00:00
link do post | Deixe seu comentário | favorito

.Eu

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Visitas desde Agosto.2008


contadores digitales

.Ano IX

.Estão neste momento...

.posts recentes

. Eu li...

. Eu li... Olavo Bilac

. Eu li... António Botto

. Eu li... Charles Baudelai...

. Eu li... Su Dongbo

. Eu li... Jacinta Passos

. Eu li... Laura Riding

. Eu li... Carlos Drummont ...

. Eu li... Juan Ramón Jimén...

. Eu li... Vincenzo Cardare...

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds